Flavia Aranha, a estilista brasileira do slowfashion

A Flavia Aranha, nossa inspiração de hoje, tá sempre buscando novas formas de conceber produtos que não agridem a natureza. Ela viaja o Brasil e o mundo atrás de técnicas. Nisso, ela acaba fazendo um resgate do conceito tradicional no meio de produção na moda. São utilizados tingimentos naturais e couros orgânicos na confecção de peças, por exemplo.

Com diversos fornecedores pelo Brasil, a marca produz moda a partir de elementos sustentáveis e que não agridem a natureza. As roupas são tingidas, por exemplo, com chás e argila. A impressão de folhas nos tecidos estampados é feita de folhas de plantas reais, até (!).

 

A Marca da Flavia Aranha, como diz no seu site, busca uma cadeia de produção justa e humanizada.

 

A estilista começou a desenvolver uma moda ecofriendly depois que não se viu representada na indústria têxtil tradicional. Não era um negócio que a representava. Os valores que ela tinha dentro do setor da moda não eram os mesmos dessas fábricas. Criar esse tipo de negócio foi a alternativa que a Flavia encontrou pra exercer a sua profissão, de acordo com os seus princípios.

Imagem: Flavia Aranha/Reprodução

Mas ela não transformou só a vida dela. Pessoas que consomem o seu trabalho se tornam cúmplices dessa revolução de como se fazer moda. Os seus produtos, além de não causar impacto no planeta, são responsáveis por trazer o debate de moda consciente. Eles não são concebidos só pra serem vendidos: eles inspiram um novo conceito de consumismo.

Imagem: Flavia Aranha/Reprodução

A coleção de outono-inverno (que ilustra este post) da marca foi toda trabalhada na temática do livro “Grande Sertão: Veredas” e da pintura “Auto Retrato” da Tarcila do Amaral. Além de serem tingidos de forma natural, as roupas são atemporais, prezando o conforto. Por causa da impressão botânica, ou seja, das folhas serem usadas pra fazer estampa, os produtos têm a própria identidade, sendo exclusivos.

 

Conheça mais sobre o trabalho da Flavia Aranha na página da sua marca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *