Gramado e Canela – Conheça lugares especiais na Serra Gaúcha

Gramado e Canela podem parecer um pouco óbvio à primeira vista, mas é difícil encontrar espaços diferentes, acolhedores e fora da rota turística para apreciar um bom prato de comida, um vinho, e as melhores sobremesas da Serra Gaúcha.

Neste post fomos além das opções clássicas da região, como fondue, chocolate e as casas de massas.

BÊRGAMOTTA

Nossa primeira parada é o Bêrga Motta que  serve comida brasileira e tem forte influência dos ingredientes regionais (orgânicos e coloniais). A principal proposta é aprimorar, através das técnicas culinárias, os deliciosos sabores da comida caseira, baseada no conceito Comfort Food

Um resgate da culinária dos antepassados, onde o aroma e o carinho no preparo dos pratos alimentavam a alma. Dentre as especialidades do fogão a lenha, destaque para o frango assado na cerveja com batatas coradas e alecrim, escondidinho de mandioca com costela desfiada, macaroni ao molho carne de panela com cogumelos frescos e polenta recheada ao forno com ragú de calabresa, além de um criativo Buffet de saladas e sobremesas para acompanhar.

O Bêrga Motta fica dentro de um parque ecológico, o Eco Parque Sperry,que era um sitio particular que pertence a Tânia Sperry. Ela juntamente com o biólogo Vitor Hugo Travi, elaboraram um projeto para transformar o sitio em um parque ecológico. Esse foi o início de um projeto que beneficiou a todos com a preservação do meio ambiente. Localizado a oito quilômetros do centro de Gramado e a dez quilômetros do centro de Canela, o Eco Parque Sperry possui 20 hectares em meio à Mata Atlântica. Na ida para o restaurante você pode até achar que está meio perdida, mas em meio a tantas paisagens lindas e tanta natureza o tempo passa rápido, e quando você menos espera: chegou!

O restaurante fica aberto sábados, domingos e feriados das 12h ás 15h. A noite abre mediante reservas e para eventos e festas particulares. Detalhe: por estarem em uma zona mais afastada o sinal da maquina de cartão de crédito não funciona. Se prepare e leve dinheiro, ainda que para nós fizeram a condição de depósito pois não sabíamos disso (quem avisa amiga é!)

O cardápio está disponível on-line, neste link. O valor médio por pessoa com uma bebida é de R$ 75,00, e quem almoça no Bêrga – agora já sou íntima – tem a entrada do parque isentada. É uma super experiência, vá com calma, em um dia de sol e aproveite!

Foto: Divulgação

Horta do BêrgaMotta, onde colhem vários temperinhos para as deliciosas comidas

Foto: Divulgação

Foto: Luiza Gil

MAGNÓLIA

Nossa segunda parada foi no Magnólia, em Canela. Localizado em um casarão antigo da década de 50, muito bem preservado. O bistrô abre apenas a noite e tem um clima super bacana, contanto com a opção restaurante e bar para reunir amigos em um local especial com as bebidas que você mais gosta. Os clássicos Mojito, Piña Colada e Cosmopolitan estão entre as inúmeras opções de drinks. Ou então, 6 torneiras de chopp importadas e artesanais que se alternam sazonalmente. E tem mais: um cardápio todo especial com petiscos para compartilhar. O ambiente é super vintage, porém com um menu contemporâneo. Além de tudo isso, o espaço conta com um cinema, onde os clássicos são sempre os escolhidos para acompanharem um belo jantar. O Magnólia é uma experiência única na região. Dá uma olhadinha nas fotos que fizemos por lá:

 

Foto do salão: Divulgação / Foto da fachada: Thaís Hagemann

 

Foto: Thaís Hagemann

Essas são a Magnólia e a Margot, as donas da casa. Foto: Luiza Gil

Espaço de cinema, e os drinks maravilhosos do bar.

Foto: Thaís Hagemann

Valor médio por pessoa: R$ 70,00

JOSEPHINA

Nossa terceira parada é o Josephina Café, um bistro super parisiense no meio de Gramado. Desde a entrada, todos os sinais apontam para um lugar super comfy e acolhedor, a estrutura antiga da casa traz um clima nostalgico ao ambiente, que é (muito bem) decorado. De fato, os objetos pertencentes ao bisavô e a eles mesmos, como o cofre que está no banheiro e muitos discos de vinil que enfeitam as paredes.

Foto: Luiza Gil

Foto: Luiza Gil

Resolvemos passar no Josephina pela tarde, e tomar um belo café – só não imaginávamos que ira ser TÃO belo, e TÃO bom! O lanche da tarde, como é chamado o pedido que fizemos é formatado por dois belos croissants de presunto e queijo + quiche de alho poró (maravilhoso!). A sobremesa? Waffles com dulce de leche e geleia de frutas vermelhas. Por mais que o bistrô seja super conhecido pelos risotos e filés, os quitutes franceses estavam incríveis.

Dica nossa: nas quartas-feiras o Josephina tem desconto nos risotos. O prato fica mais barato e você ganha uma tacinha de vinho para acompanhar. Melhor impossível!

Foto: Luiza Gil

Valor médio por pessoa (Café): R$ 30,00

Foto: Luiza Gil

A única coisa que não podemos dizer é que ir para a Serra Gaúcha é sempre a mesma coisa!

 

Gostou do post? Temos mais dicas sobre lugares incríveis para compartilhar, deixa uma sugestão nos comentários ou no nosso Instagram <3

Bisou bisou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *