Micropigmentação com a Kely Bavaresco

Pensa em um local agradável,  que tu te sente em casa. Que todo mundo sorri para ti e que tem o melhor cafezinho do mundo? Pois é, esse lugar é o Kapo. O salão fica na Felipe Neri, 81 e tem uma arquitetura moderna e clean.

Nossa diretora de criação Luiza Gil foi até o salão conferir as últimas novidades da tecnologia em microblending, e acabou sendo conquistada pelas mãos de fada da Kely Bavaresco. O procedimento é ideal para quem, por algum motivo, não se sente bem com as suas sobrancelhas. No caso da Luiza, que tem os pelos claros, um pouco falhados, queria que as sobrancelhas ficassem um pouco mais realçadas, com efeito natural. A micropigmentação é ótima também para quem tem falhas, cicatrizes, ou até mesmo gostaria de ter um outro tipo de design.

Foto: Thaís Hagemann

Foto: Thaís Hagemann

Foto: Thaís Hagemann

Já começo dizendo que todo seu preconceito com o procedimento deve ficar por aqui, porque o trabalho da Kely é extremamente sofisticado e natural. Primeiro ela analisa o desenho natural das suas sobrancelhas e mede a simetria entre os dois lados. Logo analisa bem o teu formato de rosto e desenha com lápis branco o novo design, que vai sutilmente preencher as falhas e te deixar com uma expressão incrível! Depois ela prepara uma pigmentação igualzinha ao teu tom original de sobrancelha, passa uma pomada anestésica e os trabalhos começam.

A dor é um nível 2 de 5, totalmente suportável. Não descasca, não gera casquinhas e o retoque é feito de 30 em 30 dias nas primeiras vezes. Depois que o pigmento estiver sob pigmento o intervalo de retoque é maior. A gente sai de lá se achando lindas, porque de fato estamos, e muito mais seguras com coisas que as vezes não gostamos tanto em nós. O que podemos dizer depois de passar pelas mãos da Kely é que todo mundo merece se sentir linda!

Quem quiser saber mais sobre o trabalho da Kely, segue ela no Instagram, é só clicar aqui. Tem várias fotos de antes e depois por lá, você vai der a diferença e o profissionalismo do trabalho dela.

 

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *